DEMOLIÇÃO SUSTENTÁVEL

 

“Demolir algo sempre envolve custos e impactos elevados ao meio ambiente. Fazer de maneira sustentável é um grande desafio”

 

Por Nelson Siqueira Neto, diretor técnico da RNV RESÍDUOS. Engenheiro Ambiental, Mestre em Energias Renováveis e Sustentabilidade.

 

 

Quando existe a necessidade de se realizar uma demolição de um prédio, para a construção de um novo empreendimento, ou mesmo por questões de segurança, sempre vem à cabeça do empreendedor ou do proprietário do imóvel o custo financeiro da demolição.
 
Sem dúvida que construir um novo prédio em um terreno desocupado é muito mais barato do que demolir. Mas o crescimento das grandes cidades e a ocupação do solo nessas, nos leva cada vez mais a essa realidade, que, infelizmente, não vem sendo levada a sério por muitas construtoras e incorporadoras goianas.
 
A boa pratica diz que para um planejamento sustentável de uma demolição, existe a obrigatoriedade de realizar, no mínimo, os seguintes passos:
  • Amplo diagnóstico de todo o empreendimento a ser demolido;

  • Levantamento de todos os tipos e quantidade de resíduos a serem gerados na demolição;

  • Levantamento e quantificação de itens com valor comercial;

  • Cadastro de empresas licenciadas para transportar e destinar os resíduos sem valor comercial. Deve-se buscar a destinação mais nobre possível para cada resíduo, como por exemplo: melhor Reutilizar, do que Reciclar, ou ainda, melhor Reciclar do que dispor em aterros sanitários, ou de inertes (metodologia dos 4 R’s - Repensar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar);

  • Levantamento de custo e de possíveis receitas das etapas da demolição, bem como do prazo para execução do serviço:

    • Máquinas e Equipamentos (importante dimensionar corretamente o tipo de máquina para cada local, principalmente em grandes centros urbanos, onde existe dificuldade de se trabalhar com grandes máquinas.

    • Pessoal Especializado

    • Transporte de Resíduos

    • Destinação de Resíduos

Em Goiânia a obra condenada do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-GO), por um incêndio, está trazendo grandes inovações nesse sentido. Equipamentos de última geração, organização, identificação visual, barreiras nas vias de acesso para veículos e pedestres, comunicação interna e externa à obra, e uma grande preocupação de destinar corretamente todos os resíduos gerados na demolição.
 

Robô com rompedor hidráulico - Demolição prédio do TRT-GO

 

Todo o resíduo inerte da demolição está sendo destinado à Usina de Reciclagem de resíduos de Construção e Demolição da RNV RESÍDUOS, localizada no Pólo de Reciclagem de Aparecida de Goiânia. Onde os resíduos passam por um tratamento de triagem, segregação, preparação e reciclagem, produzindo agregados reciclados, como: areia, brita 0, pedrisco, brita 1, rachão e bica corrida. Produtos que podem ser reutilizados em obras civis ou de infraestrutura.

Em breve, todo o prédio estará transformado em agregados, que terão destinos nobres em obras na região metropolitana de Goiânia.

 

Usina de Reciclagem de Entulhos - RNV RESÍDUOS

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Vantagens da Reciclagem de RCD

July 19, 2018

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter Basic Square

Avenida W7, S/N, Qd. 122 e 123, Lt 1/14

Setor Vale do Sol - Aparecida de Goiânia - Goiás

(62) 99261-6633
(62)  4053-8405
 
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

RNV RESÍDUOS © 2020 - Todos os direitos reservados.